segunda-feira, 13 de março de 2017

Testathon São Paulo 2017 - Impressões


"The best day of my life"

Pode soar forte demais para muitos, mas na minha opinião foi o "the best day of my life" da minha vida como testador de software. O Testathon é mais uma confirmação da decisão que tomei em 2007 quando tive a possibilidade de ser efetivado na Zanthus, atuando no Suporte, mas preferi arriscar o último semestre da faculdade e fui para a Itautec continuar como estagiário, para entrar na área da Qualidade e nunca mais sair. Sábia decisão.

Fui convidado para o Testathon São Paulo por fazer parte do GAT (Global App Testing), onde já realizei diversos testes para o Facebook e outros aplicativos. Confesso que não esperava ser chamado e até estar lá no evento também não estava dando a sua devida importância, mas percebi que estava errado. Valeu a pena demais ter me inscrito e com certeza fazer parte da comunidade do GAT me ajudou bastante.

O evento foi muito bem organizado na Oxigênio Aceleradora, uma aceleradora de startups da Porto Seguro em parceria com a Plug and Play Tech Center, localizada na região central de São Paulo. Excelentes acomodações, com direito a coffee-break e almoço por conta do evento, além de uma geladeira lotada de refrigerantes, sucos e energéticos (esse último me ajudou bastante!).

Sobre o evento em si eu não posso falar muito por questões de contrato. Basicamente testamos aplicações em ritmo frenético (ciclos de 45 minutos), reportamos bugs, ideias e etc., tudo isso em times de 5 pessoas durante a manhã e a tarde (o evento nos obrigou a trocar de times e isso foi muito bacana, pois aumentou o nosso networking).

Por fim, os melhores foram premiados (e para mim, como já é tradicional, nada ganhei hahahaha) com destaques individuais e grupos.

A maior dificuldade para mim foi na abertura dos issues (bugs ou ideias), pois tínhamos um formulário para ser preenchido e o mesmo deveria ser em inglês (infelizmente ainda é uma das minhas dificuldades) e mesmo para quem tinha o domínio da língua, era um trabalho árduo.

Talvez o único ponto negativo foi não saber os motivos de cada prêmio, pois isso não foi divulgado no dia, assim quem ganhou não ficou sabendo o motivo e quem não ganhou não teve como saber onde melhorar.

Concluindo: Foi um evento bacana demais, espero que ocorram outros Testathons em São Paulo e no Brasil. Nunca havia participado de algo parecido e o que é mais legal é sair da mesmice dos eventos de sempre, das palestras e apresentações que acabam dando sono. Que o Testathon tenha vindo para ficar!

Abaixo alguma fotos tiradas por mim (estou aguardando as fotos oficiais do evento)

Bagunça nos testes da manhã, onde estive com o Time A.

Apresentador do GAT, figuraça!

Selfie!

4 comentários: